anterior

No Grupo Camargo Corrêa, os conceitos de sustentabilidade estão incorporados às práticas de planejamento e gestão, de forma a assegurar a perenidade dos negócios e buscar benefícios para todos os públicos de interesse. Essa aspiração é retratada na Carta da Sustentabilidade: o Desafio da Inovação, que em 2006 definiu a necessidade de o Grupo comprometer-se com aspectos que vão além do sólido desempenho financeiro.

O processo de planejamento anual e plurianual baseia-se em uma ferramenta desenvolvida internamente, o Radar da Sustentabilidade, que inclui a análise de mais de 40 questões críticas de sustentabilidade, em itens adaptados ao setor de atuação e à realidade de cada empresa. Esse exercício visa apoiar o processo de planejamento e elaboração orçamentária, para assegurar que temas de sustentabilidade estejam devidamente contemplados. Indicadores de sustentabilidade impactam diretamente a remuneração variável dos executivos de todas as linhas de negócio.

Um importante instrumento de governança é o Fórum dos Guardiões da Sustentabilidade, composto por diretores de cada negócio, que se reúne regularmente e tem a responsabilidade de apoiar a implantação das estratégias corporativas, propor alternativas para o engajamento das lideranças, acompanhar os avanços da sustentabilidade e realizar benchmarking.

Agenda Climática |GRI EC2|

A Agenda Climática é um conjunto de nove compromissos assumidos em 2009, que determinam a inserção da variável carbono no planejamento estratégico e na gestão de cada empresa; a mensuração e o estabelecimento de metas para reduzir emissões atmosféricas; a racionalização do uso de recursos e a adoção de insumos sustentáveis; o investimento em reflorestamento; a busca por parcerias que visem à inovação; a adoção do consumo consciente; e a influência sobre clientes e fornecedores para que adotem práticas sustentáveis.

Como consequência desses compromissos, por exemplo, a InterCement incluiu seu inventário de emissões na base de registro público do Programa Brasileiro GHG Protocol, da Fundação Getúlio Vargas. Além disso, é uma das empresas do setor que apresentam menores índices de emissão de carbono por tonelada de cimento produzida, comparada às empresas que compõem o Cement Sustainability Initiative (CSI), iniciativa do World Business Council for Sustainable Development (WBCSD). A empresa também homologa seus fornecedores considerando critérios de sustentabilidade.

A Construtora Camargo Corrêa acompanha o volume de emissões de cada obra e estabeleceu metas de redução de emissões – de 21%